Buscar
  • Ana Rita Negrini Hermes

Rio Mathias e a CPI da enganação


Se realmente quisermos uma política nova, devemos começar a nos preocupar, em primeiro lugar, em não sermos mais enganados por discursos mentirosos e populistas.

Chega dessa política velha baseada em interesses próprios. Esta CPI do Rio Mathias é um clássico exemplo da falta de limites de quem quer usar um grave problema da cidade para autopromoção em campanha eleitoral.

Em primeiro lugar, gostaria de lembrar que esta CPI está sendo promovida por quem por sete anos “puxou o saco” do prefeito, mas, depois que rompeu com ele e resolveu se candidatar ao cargo, usa um problema sério que está acontecendo na cidade, e sobre o qual o Ministério Público Federal já tomou providências, como palanque eleitoral.

Quero deixar claro que se o Ministério Público já não tivesse entrado com a ação contra todos os envolvidos nas obras, e que desde 2018 produziu mais de 300 páginas de documentação técnica, com pessoas altamente qualificadas trabalhando no processo, eu concordaria prontamente em assinar uma CPI, porque a CPI faz exatamente isso: reúne laudos técnicos para serem enviados ao Ministério Público. CPI não pune ninguém nem manda parar obra para a prefeitura contratar outra empreiteira.

Então, a pergunta é: por que perder tempo e gastar dinheiro do contribuinte para fazer uma coisa que já está sendo feita? Só pode ser por motivos eleitoreiros, não existe outra resposta.

Eu confio no Ministério Público, até porque, como já disse, a CPI acionaria o mesmo órgão que já está bem avançado nas medidas contra esta obra e que já pediu a rescisão do contrato com a empreiteira. Uma das funções do meu trabalho como vereadora é fiscalizar e é isso que estou fazendo.

Nós, vereadores, devemos estar por dentro desse processo para que a situação se resolva ao invés de usar o problema para fins eleitoreiros. Há empreendimentos falindo por causa dessa obra e é nisso que temos de pensar.

Se o interesse de alguns dos pré-candidatos a prefeito fosse realmente resolver o grave problema que os comerciantes estão passando com esta obra absurda, ao invés de se autopromoverem enganando a população, pedindo uma CPI que tem um prazo mínimo de quatro meses para concluir um relatório a ser enviado para o mesmo MP que já tomou medidas bem antes, eles estariam inteirados do processo, divulgando passo a passo para a população, fiscalizando e cobrando.

As pessoas estão caindo no papo de candidatos oportunistas e exigindo uma CPI sem saber o significado disso ou que já existe todo um processo em andamento. Elas vão pagar caro pelos discursos inflamados e populistas, que visam apenas ao cargo de prefeito do município. E os comerciantes da região, que já estão agonizando, poderão preparar o funeral para enterrar seus negócios de vez.

Chega dessa política velha! Para acabar com isso de vez é preciso se informar.

Enquanto os vereadores que pedem CPI ficam fazendo palanque eleitoral nas comissões e sessões da Câmara, deixam de representar o povo em outras tantas demandas da cidade. Tudo isso com o dinheiro do povo. Eu não estou disposta a pagar por isso. Eu quero resolver o problema.

Estou cobrando direto do prefeito e do secretário Romualdo (Seinfra) para fecharem provisoriamente as obras até que o problema com as empreiteiras se resolva e os serviços retornem de forma qualificada e segura.

A prefeitura está rescindindo o contrato e isso depende de um processo administrativo, em que todos os envolvidos são ouvidos. Até que seja rescindido, seja neste processo ou por ordem do juiz no processo em que o MP entrou, não dá para a Prefeitura mexer num prego da obra, sob pena de ainda ter que indenizar a construtora que não cumpriu os prazos.

Mas, assim que for rescindido o contrato, a rua Jerônimo Coelho será transformada em calçadão (não é segura para o tráfego de veículos) e a Visconde de Taunay será recapeada por equipes da própria Prefeitura e reaberta à passagem de carros e aos comércios.

Não se enganem comigo, além dos animais eu penso na cidade e nos cidadãos. Não vou usar a desgraça alheia para me autopromover nem defender um governo quando ele comete erros em nossa cidade.

#anaritavereadora #CPI #RioMathias #MP #MinistérioPúblico

0 visualização

NOSSA MISSÃO

LINKS

Como vereadora eleita pela causa animal, minha missão é garantir que os direitos animais e os direitos humanos sejam respeitados, sem que um se sobreponha ao outro.

 

E, desta forma, promover e incentivar uma sociedade mais justa para todos, ecologicamente equilibrada e que respeite todas as formas de vida.

Home

Biografia

Atuação

Blog

Contato

FALE CONOSCO

Câmara de Vereadores de Joinville

Av. Hermann August Lepper, 1.100

Joinville - Santa Catarina

Gabinete

(47) 2101-3211

(47) 2101-3206